Salário médio em Portugal: as remunerações e as vantagens para trabalhadores estrangeiros

Tem como objetivo trabalhar em Portugal? Então, o salário é um dos fatores importantes para a sua nova vida. Saiba qual é o salário médio em Portugal e conheça as profissões que oferecem benefícios fiscais aos estrangeiros com o estatuto de residente não habitual.

Se os preços da habitação são um forte trunfo português na atração de quem quer mudar de país, o salário médio em Portugal ajuda a compreendê-los. Portugal apresenta o 29.º salário médio bruto mais alto entre os 36 países da OCDE. Qualquer coisa como 1871€ mensais, se dividirmos o montante bruto anual por 12 meses.

Um valor longe do campeão Luxemburgo, com 4650€ mensais de salário, ou da vizinha Espanha, com 2840€.

Mas o salário médio em Portugal pode também ser visto segundo os números da remuneração média mensal do Instituto Nacional de Estatística (INE). Ao todo, em 2017 os portugueses levaram para casa cerca de 943 euros, um valor que não espelha as grandes disparidades existentes.

Os salários em função do poder de compra

País Salário médio (euros)
Luxemburgo 4650
França 3227
Reino Unido 3225
Espanha 2840
Itália 2703
Portugal 1871
México 1129

Fonte: OCDE. Salários médios em paridade poder de compra de 2017.

Salário médio em Portugal entre licenciados e não licenciados

Uma licenciatura é uma mais-valia para quem procura um emprego em Portugal. A diferença entre o salário médio em Portugal de um licenciado no ensino superior e um não licenciado é grande.

Em 2017, um licenciado ganhava em média 1547€ brutos mensais, mais 64% do que a média nacional. No caso de um trabalhador com Doutoramento o valor do salário médio rondava os 2310€. Uma distância importante que mostra a valorização dos graus académicos e da formação.

Números

943€

Salário médio em Portugal (base)

1547€

Salário médio base com licenciatura

Fonte: INE

As profissões mais valorizadas

Todos os anos, a consultora Michael Page faz o seu “Estudo de Remunerações”. Um estudo que mostra quanto recebem anualmente, em média, os principais quadros de topo das empresas lusas.

Os pacotes remuneratórios mais generosos estão reservados para os cargos de direção, com a Direção Geral de Operações (Turismo), a Direção Médica, a Direção Jurídica ou a Direção de Indústria e Direção de Compras a destacarem-se.

Remunerações anuais em alguns cargos de topo em Lisboa

Diretor Jurídico de Empresa/Diretor Geral: 160000€

Advogado Associado: 120000€

Diretor de Sistemas de Informação: 100000€

Diretor de Marketing: 90000€

Diretor de Operações (Engenharia): 90000€

Diretor(a) de recursos humanos: 84000€

Diretor Administrativo e Financeiro: 80000€

Head of Digital: 70000€

Auditor Externo: 70000€

Gestor de Projeto de TI: 56000€

Gerente de Loja (Retalho): 44000€

Contabilista: 37000€

Customer Service Manager: 35000€

Office Manager (Secretariado): 32000€

Responsável de recrutamento: 30800€

Advogado Estagiário: 24000€

Fonte: Michael Page

Um estatuto fiscal vantajoso para estrangeiros

Para quem vem do estrangeiro e tem acesso ao estatuto fiscal de residente não habitual (RNH), há vantagens que se refletem no rendimento.

O estatuto RNH pode ser atribuído por dez anos a todos os contribuintes que estabeleçam residência fiscal em Portugal e que não tenham sido residentes no país nos cinco anos anteriores. Os trabalhadores estrangeiros devem também preencher requisitos prévios, nomeadamente ao nível da sua atividade profissional.

Quanto aos impostos, a taxa de tributação em sede do Imposto sobre Rendimentos das Pessoas Singulares (IRS) dos rendimentos obtidos em Portugal fica assegurada em apenas 20%.

A medida fiscal visa atrair para Portugal profissionais “qualificados em atividades de elevado valor acrescentado ou da propriedade intelectual, industrial ou know-how”.

Os grupos de profissões que podem beneficiar do estatuto RNH

  • Arquitetos, engenheiros e técnicos similares
  • Artistas plásticos, atores e músicos
  • Auditores
  • Médicos e dentistas
  • Professores universitários
  • Psicólogos
  • Profissões liberais, técnicos e assimilados
  • Investidores, administradores e gestores

Conheça todas as profissões ao abrigo deste estatuto.

Está a pensar numa mudança para Portugal?

Como posso ter benefícios fiscais?

Saber mais

De que preciso para comprar casa?

Saber mais